Pular para o conteúdo

24 de outubro de 2008

1

Os 15% de indecisos vão definir eleição no Rio

por cila schulman
Diana Brito
Especial para o UOL Eleições
Do Rio de Janeiro

Às vésperas das eleições do segundo turno, institutos de pesquisa apontam um grande número de eleitores indecisos no Rio, demonstrando um quadro eleitoral ainda indefinido entre os candidatos Fernando Gabeira (PV) e Eduardo Paes (PMDB). Segundo o Ibope, 15% dos entrevistados na terça (21) e quarta-feira (22) afirmaram que sua escolha não é definitiva. Já o Datafolha, que fez levantamento nos mesmos dias, indica que 10% admitem mudar de voto.

O Datafolha aponta que 6% dos eleitores de Paes disseram que não estão totalmente decididos. Já 5% dos entrevistados que confirmaram preferir Gabeira ainda podem mudar de posição. A pesquisa mostra que, pelo menos, o nível de decisão está equilibrado: 90% dos eleitores de Gabeira não mudariam e 89% dos que preferem Paes não deixariam de votar nele.

O Ibope afirma que 91% dos eleitores do candidato do PV estão totalmente decididos, contra 84% de Paes. Ainda segundo o instituto, os entrevistados com formação entre 5ª e 8ª série do ensino fundamental são aqueles que têm a maior probabilidade de alterar sua decisão, 20%. O Datafolha também aponta os eleitores de ensino fundamental com a maior possibilidade de mudança, 12%.

No levantamento do Datafolha, Paes aparece com 44% dos votos contra 41% de Gabeira. O Ibope, no entanto, aponta 43% para cada candidato. Nas duas pesquisas os candidatos que disputam o segundo turno estão empatados. A soma dos nulos, brancos e de eleitores indecisos no Datafolha alcança 15%, e no Ibope, 13%.

Favelados decidem

A corrida eleitoral no segundo turno fez os candidatos buscarem votos nas regiões onde eles tiveram o índice mais baixo nas urnas, mas tanto Paes quanto Gabeira focaram a campanha na zona oeste, onde fica o maior eleitorado da cidade. Segundo especialistas, a zona oeste também tem o maior número de indecisos, assim como as favelas da zona norte, onde pode ser decidida a eleição. O professor do Departamento de Sociologia da UFRJ, Paulo Baía, disse acreditar que a classe baixa vai definir a disputa.

“Os candidatos são muito semelhantes e as suas propostas são exatamente iguais. Não há grande diferença na performance deles, tanto que os dois têm excelente performance na zona sul clássica do Rio e o maior foco de indefinição e volatilidade das opiniões está nas favelas e na zona oeste da cidade. Por tanto, quem vai decidir a eleição são os favelados do Rio e todos os moradores da zona oeste não nobre”, afirmou Baía.

O sociólogo também apontou o último debate, que acontece na noite desta sexta-feira (24) na TV Globo, como de grande importância para concretizar a decisão dos eleitores. Para ele, a maior parte da classe baixa não deverá assistir o programa de hoje por causa do horário, mas Baía disse que o que pode ajudar é a repercussão do encontro dos dois candidatos nos meios de comunicação.

“O horário é muito tarde e por isso não atinge o grupo que está indefinido, mas é evidente que o debate tem um desdobramento nas diversas mídias que vai repercutir em todo o eleitorado da cidade, porque com o debate você pauta a rádio, a rádio comunitária, os jornais impressos, as discussões que vão acontecer a partir dele. O debate na televisão tem sempre grande repercussão da mesma maneira que o programa eleitoral”, garantiu o sociólogo.

Datafolha aponta distinção por classes

A pesquisa Datafolha ainda mostrou que existe uma distinção por classes entre os eleitores dos candidatos Eduardo Paes (PMDB) e Fernando Gabeira (PV). O peemedebista tem a preferência das classes mais populares e o candidato do PV, da classe média e alta.
Segundo o instituto, os 56% de votos que Paes recebeu são de pessoas que ganham até dois salários mínimos. Já Gabeira aparece com o apoio da classe alta, com 67% de votos de quem recebe mais de dez salários mínimos.

1 Comentário Comente
  1. out 24 2008

    Eu estou na briga para levar os 15% para Gabeira. Acho que o perfil do eleitorado de Paes mostra que falta informação aos eleitores de Paes.

    A campanha do PMDB foi das mais sujas da historia. Acho que agora é hora de divlugar as barbaridades que Peas fez:
    Leituras para 26 de Outubro
    Ai a onda verde domina.

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Observação: HTML é permitido. Seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Assinar os comentários

%d blogueiros gostam disto: