Pular para o conteúdo

26 de outubro de 2008

1

Eduardo Paes é o novo prefeito do Rio de Janeiro

por cila schulman

Do G1, em São Paulo

O candidato do PMDB, Eduardo Paes, foi eleito prefeito do Rio de Janeiro, segundo os dados do TSE. Paes derrotou Fernando Gabeira (PV) em uma disputa acirrada, com algumas “viradas” durante a apuração.

A definição do resultado só ocorreu na parcial de 19h09, com 99,2% das seções apuradas.

Com 100% das urnas apuradas às 20h26, Paes teve 1.696.195 votos (50,83% dos votos válidos), contra 1.640.979 (49,17%) de Gabeira.

Veja fotos do dia da eleição no Rio

Gabeira admitiu a derrota cerca de dez minutos depois de o resultado ter sido anunciado pelo tribunal.

Em entrevista (assista no vídeo ao lado), ele disse estar muito “agradecido ao Rio de Janeiro”. Gabeira afirmou que iria telefonar para Paes para parabenizá-lo pela vitória.

“Fui apenas o intérprete da mensagem do povo do Rio de Janeiro não apenas a seus políticos, mas para os políticos de todo o Brasil”, afirmou Gabeira na entrevista.

Paes apareceu para celebrar a vitória ao lado do governador do estado, Sérgio Cabral, a quem dedicou a vitória no segundo turno. Abraçado ao governador, Paes agradeceu também ao presidente Lula, e disse que o povo do Rio verá um trabalho de parceria entre o governo federal e a prefeitura.

Em entrevista à TV Globo (assista ao lado), Paes disse que sua missão agora é unir o Rio de Janeiro para governar para todos os cariocas.

Ele disse que seu primeiro ato como prefeito deve ser acabar com a aprovação automática nas escolas.

Paes voltou a agradecer a Cabral e principalmente ao presidente Lula. Ele disse que a população do Rio pode esperar ter presidente, governador e prefeito “trabalhando juntos”.

Eduardo da Costa Paes nasceu em 14 de novembro de 1969, no Rio de Janeiro. Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio (PUC-RJ), o peemedebista é casado e tem dois filhos.

Paes começou sua carreira política em 1993, quando assumiu a subprefeitura de Jacarepaguá e da Barra, na primeira gestão do prefeito César Maia, seu ex-aliado político. Em 1996, na época do PFL, foi o vereador mais votado do Rio de Janeiro, com 82.418 votos.

Ainda no PFL, elegeu-se deputado federal em 1998 com 117.164 votos. Quatro anos depois, foi reeleito com 186.221 votos. Em 2006, Eduardo Paes concorreu ao governo do Rio pelo PSDB, mas obteve só 5,3% dos votos válidos.

Editoria de Arte/G1

Em 2007, foi convidado pelo governador Sérgio Cabral (PMDB) para assumir a secretaria de Turismo, Esporte e Lazer. Em outubro desse mesmo ano, Paes trocou o PSDB pelo PMDB e, com o apoio do próprio Sérgio Cabral, foi escolhido candidato do partido à Prefeitura do Rio.

No primeiro turno, Eduardo Paes venceu na maioria das zonas eleitorais da capital fluminense e terminou na primeira posição, com 31,98% dos votos válidos (1.049.019), superando por mais de 200 mil votos o adversário Fernando Gabeira (PV), que obteve 839.994 votos (25,61%).

Em 2008, o Rio de Janeiro teve o segundo maior orçamento entre as cidades brasileiras, com R$ 10,9 bilhões. Em 2007, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população da capital fluminense chegava a 6.093.472.

1 Comentário Comente
  1. Fernando G.
    out 26 2008

    Uma vergonha essa eleição do segundo turno. 1 milhão de abstenções, número altíssimo fora a grande diferença na empatia pública pelos candidatos que senti, vendo e ouvindo muitas opiniões sobre ambos candidatos. Isso tudo me cheira a fraude.

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Observação: HTML é permitido. Seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Assinar os comentários

%d blogueiros gostam disto: