Pular para o conteúdo

26 de outubro de 2008

1

Gilberto Kassab (DEM) é reeleito prefeito de São Paulo

por cila schulman

Do G1, em São Paulo

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), foi reeleito. Com 100% das urnas apuradas, Kassab recebeu 60,72% dos votos válidos (3,79 milhões), segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A diferença entre os dois candidatos superou a marca de 1,3 milhão de votos. A candidata Marta Suplicy somou 39,28% dos votos válidos (2,452 milhões).

Veja os resultados do município

Em entrevista, Kassab reafirmou que cumprirá os quatro anos do novo mandato. “Fui eleito para ficar quarto anos. Estou feliz com o reconhecimento à gestão que procurou fazer o melhor pela população. Serão mais quatro anos de muito trabalho. Um trabalho que começou com o querido governador José Serra. Tivemos um plano de governo foi cumprido à risca”, disse.

Dedicação a Serra

O prefeito reeleito também agradeceu, em discurso, a população da capital paulista pela participação no processo eleitoral e lembrou de seus adversários. “(Quero) cumprimentar a minha adversária, a candidata Marta Suplicy, (…) desejar boa sorte a ela, felicidades na sua carreira. (…) Eu queria agradecer os eleitores que confiaram nas nossas propostas e que no dia de hoje consagraram a nossa proposta vitoriosa”, ressaltou Kassab.

Ele voltou a destacar a participação do governador José Serra (PSDB) em sua reeleição. Segundo ele, há quatro anos, o governador foi eleito com a proposta da mudança administrativa e de investimentos na área social. Kassab afirmou que, nos dois anos que comandou a cidade, complementou o plano de governo Serra. “Tenho nele (Serra) um grande amigo, um grande líder. Dedico a ele essa vitória.”

Palavras de Serra

De acordo com José Serra, a vitória de Kassab é muito gratificante. Segundo o governador, o prefeito inovou e ampliou o plano de governo original. “O resultado mostra uma ampliação do apoio que nós tivemos naquela época”, disse, ressaltando que continuará a ampliar o trabalho conjunto entre a prefeitura de São Paulo e o governo do estado. Afirmou que faria isso mesmo que a candidata do PT tivesse saído vencedora da eleição.

Para Serra, a vitória de Kassab transparece o fato de o prefeito ter feito um bom governo nos últimos dois anos. “No Brasil ganhou a pluralidade e a diversidade”, afirmou o governador, ressaltando que a votação do povo mostra que “nenhuma força tenha o monopólio” do poder.

Derrota

Em rápida entrevista pouco depois das 19h, a candidata do PT já admitiu a derrota. Marta agradeceu o apoio dos eleitores que votaram nela. “Ao mesmo tempo quero agradecer a militância do PT, aos partidos aliados. E agora cabe ao povo de São Paulo fiscalizar e cobrar os compromissos assumidos. Da minha parte, eu desejo o melhor pra nossa cidade”, disse a candidata.

Em comunicado divulgado pelo PT, a ex-prefeita e ex-ministra afirmou que telefonou para Kassab para parabenizá-lo pela vitória.

Perfil

Gilberto Kassab se formou em engenharia civil pela Escola Politécnica (Poli-USP) e economia pela Faculdade de Economia (FEA-USP). Na iniciativa privada, foi vice-presidente da Associação Comercial de São Paulo e diretor do Conselho Regional de Corretores de Imóveis.

Ele começou sua atuação na política em 1989, quando participou da campanha de Guilherme Afif Domingos à Presidência da República. Três anos depois, em 1992, elegeu-se vereador de São Paulo pelo Partido Liberal.

Em 1994, ainda no PL, foi eleito deputado estadual com 36.303 votos. No ano seguinte, ele trocou o PL pelo PFL, atual Democratas. Em 1998, Kassab concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados e foi eleito com 92.866 votos. Em 2002, reelegeu-se deputado federal com 234.509 votos.

Gilberto Kassab (DEM) durante sabatina. (Foto: Antonio Milena/Agência Estado)

Kassab também foi secretário de Planejamento (1997-1998) durante a gestão do prefeito Celso Pitta. Durante à campanha eleitoral, o democrata buscou desvincular qualquer vínculo com o ex-prefeito Celso Pitta, que teve sua administração envolvida em várias denúncias.

Em 2004, Kassab foi indicado por seu partido e foi eleito vice-prefeito na chapa encabeçada por José Serra (PSDB) na disputa pela Prefeitura de São Paulo. Como Serra deixou a prefeitura para concorrer ao governo do estado, Kassab assumiu o cargo em 2006.

Nas eleições deste ano, Kassab começou em terceiro lugar nas pesquisas de intenções de voto, atrás de Marta Suplicy (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB). Sua candidatura começou a decolar após o início do horário eleitoral, em 19 de agosto.

Editoria de Arte/G1

Já na reta final da campanha, Kassab ultrapassou Alckmin e se isolou na segunda posição nas pesquisas. Porém, a candidatura do democrata continuou em crescimento e ele acabou terminando na liderança na apuração do primeiro turno, com 33,61% dos votos válidos (2.140.423).

A liderança no primeiro turno também se refletiu no desempenho do atual prefeito nas 57 zonas eleitorais da capital paulista – ele venceu em 34 delas . No segundo turno, a candidatura de Kassab manteve o crescimento, isolando-se nas pesquisas de intenções de voto.

O novo prefeito de São Paulo vai administrar um orçamento de cerca de R$ 29,4 bilhões em 2009, contra R$ 25,2 bilhões de 2008. Em 2007, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população da capital paulista chegava a 10.886.518.

1 Comentário Comente
  1. maristela soares bovoy
    out 27 2008

    cade o prefeito? rodrigo agostinho votamos em vc
    hoje no bom dia cidade cade vc para entrevista para falar com povo para agradecer ja começou bem

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Observação: HTML é permitido. Seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Assinar os comentários

%d blogueiros gostam disto: