Pular para o conteúdo

Posts da Categoria ‘Propaganda’

6
jul

SP: Haddad sai na frente na Internet

A campanha eleitoral começou hoje e quem saiu na frente na Internet em São Paulo foi o candidato do PT, Fernando Haddad. Logo cedo a equipe do publicitário  João Santana colocou no ar o site pensenovotv.com.br com farto material sobre o candidato, sua campanha e sobre inovação nas cidades. Segundo o próprio Haddad, o novo canal  “é um forum digital, com vídeos, animações, propostas e discussão de problemas. E mais: É um novo modo de comunicação, em sintonia e capacidade de inovação, como é a cidade. É um manifesto de amor à cidade.” O ex-presidente Lula também faz a sua estreia no site, num espaço próprio chamado Lula TV. E promete presença constante, conforme “a decisão do eleitor”. Bem na linguagem da Internet.

Por enquanto, as campanhas dos adversários continuam com os mesmos sites da pré-campanha. Confira: Celso Russomano,  Gabriel Chalita Soninha Francine. A campanha de Serra fez uma atualização na página do Facebook do candidato nesta madrugada e anunciou que a partir de agora ela será atualizada pela equipe e não mais pelo candidato. Na mesma página do FB, o link que ia para o blog José Serra foi substituído pelo site Serra45, que no entanto ainda não está no ar. (Atualização 16h30: o site de Serra foi publicado e já pode ser acessado).

Ler mais »

Anúncios
6
jul

Campanha eleitoral 2012: principais dúvidas

Ler mais

25
abr

O Brasil, a web e as eleições

eleições na web: no brasil, em 2010?…

Silvio Meira

quase 75% dos usuários americanos da internet, porcentagem que representa 55% dos eleitores, usou a web para –não só- se informar sobre a eleição e suas opções. além do noticiário, os eleitores blogaram, debateram, se organizaram e participaram de coleta de fundos eleitorais online. o resultado a gente conhece: o candidado da revolução industrial, um herói de guerra, foi derrotado pela galera da sociedade da informação, representada por um cidadão que, em passado bem recente, não poderia nem concorrer ao cargo. o vencedor, não por acaso, parece até agora muito mais razoável do que o perdedor. segundo a pesquisa da pew internet, 18% dos americanos escreveu [nem que fosse um comentário, num blog] sobre a eleição; 45% viu,

Ler mais »

29
mar

Emoção, saudade e lembrança na inauguração da Praça Geraldo Walter

* Do Bahia Já:

Foto: Foto: BJá
Felipe, filho de Geraldão, agradece o carinho de amigos e publicitários por seu pai
  Familiares, publicitários e amigos de Geraldão participaram neste sábado, no bairro do Rio Vermelho, da inauguração da Praça Geraldo Walter. Um momento de alegria, saudade, lembranças e congraçamento da “velha guarda” da Publicidade baiana, para lembrar um dos seus ícones, personagem que contribuiu para modelar o que se chama de novo marketing político nacional.    

  Um dos momentos mais emocionantes foi quando o filho de Geraldão, Felipe Schulman, disse do orgulho de ter um pai como Geraldão, ainda que discordasse de algumas de suas idéias sobre o Corinthians. Na Praça, que Sérgio Valente preferiu denominar de “rodovia e/ou aeroporto, porque Geraldão era movimento, ação” presente uma parte da galera que, desde a década de 1980, pontua na publicidade local e nacional.

  Para Vera Rocha, presidente do Sinapro, a qual, falou pelos publicitários considerados por ela como “precursores e não velha-guarda”, Geraldão deve ser lembrado sempre como aquele que transformou e formatou uma geração e publicitários baianos, de aspirantes à profissionais.

   Vera destacou, ainda, que a “força de trabalho de Geraldão, a sua dinâmica, circulando…circulando, como dizia, o tornou único no meio publicitário”, frisou. 

   Depoimentos e mais depoimentos de amigos e publicitários.
 
   Rauldo Bastos, amigo de Geraldão e organizador do movimento para dar vida à praça, diz que ele foi um “agregador”. 

   Juca Souza, o tio, que falou em nome da familia, emocionadíssimo. Cila Schulman, a ex-esposa (mãe de Felipe), Sidney Resende, Marco Gavazza, João do Brinco, Falcão, João Silva, Carlos Sarno, Edson Barbosa, Roberto Berni, Guta, Ciça, a deputada federal Lídice da Mata, o vereador Pedro Godinho, Carmela Talento, e outros, circulando pelo “aeroporto” Geraldão.

27
mar

Viva!!!!

 

Anúncio criado por João Silva e Cesio Oliveira, veiculado pelo Sinapro nos jornais de Salvador graças à ajuda de Vera Rocha.

Anúncio criado pela dupla João Silva e Cesio Oliveira, da Maria Comunicação, e veiculado hoje pelo Sinapro-Bahia nos jornais de Salvador, graças à ajuda de Vera Rocha.

27
mar

Geraldão, um brinde à Vida

Sexta, 27 de março de 2009, 07h52  Atualizada às 08h55

Divulgação

Geraldão na campanha de Waldir Pires, em 1986: o riso diante da vida

Geraldão na campanha de Waldir Pires, em 1986: o riso diante da vida

Ler mais »

27
mar

Acorda, Felipe, seu pai tá na internet!

A felicidade existe nas pequenas coisas. Por exemplo:  a gente dá um Google e  se lambuza com tanta página que aparece.Nem sabe em qual entrar primeiro.  Aconteceu comigo agorinha, quando dei um Google em Geraldo Walter.

Ano passado, perto de um 27 de março, como é hoje, fiz a mesma coisa e nada. Tentei de tudo. Com aspas, sem aspas, nome completo, apelido, com + FHC, Angola, política, propaganda, Bahia, Serjão, empadinha, Camaleão, DM9, sorvete, acarajé, prêmio, governo, bobó, futebol, Real, cozido, licitação, advanced search, magret de canard, Santo Amaro, milk-shake, Correios, avião, a=m=o=r. N-a-d-a.  Ou quase nada. Na Folha de S. Paulo, fuçando muito, encontrei um obituário. Um artigo do Chico Bruno no Observatório da Imprensa. Um Prêmio Colunistas na Bahia no início da carreira. Algumas citações em entrevistas, livros. Muito pouco e quase sempre secundário. 

Aquele vazio na tela abriu um abismo dentro de mim. Não por causa da presença pública. Mas por causa da constatação do tempo. De repente pareceu tamanho.  

Até então eu achava que tinha sido ontem. Anteontem? Nem aconteceu.

Porque a ausência não aumenta. Só a presença. No sonho. Na lembrança. Na oração. No bilhete. Na canção. No pensamento. No filme. Na viagem. No Felipe.

A saudade simplesmente é. 

Então como é que o Sr. Google podia fazer aquilo? Ignorar título de página de jornal de circulação nacional? Capa de revista especializada?  O Geraldo Walter que revolucionou a comunicação política? O Geraldão que elegeu presidentes, governadores? 40 milhões de votos em um ano eleitoral? O profissional brilhante que aglutinava um exército de talentos?Respeitado além-mar?  Como esquecer um homem daquele tamanho?

Cara, o Geraldo estava aqui na antevéspera do ano 2000. A gente falava direto no celular. Juro. A gente trocava email. A gente passava fax…Fax?

Daí eu tive que explicar pro Felipe que há apenas uma década a vida podia ser diferente. Era em real time. Mas não era. Internet a gente tinha. Mas não tinha. Quer dizer, email a gente tinha. Mas não tinha Blackberry. Não tinha rede sem fio, nem mesmo banda larga em casa. Que a gente não ficava o dia inteiro no Youtube, Orkut, Facebook, MSN, mandando arquivo  ou indo atrás do primeiro hyperlink que passasse. Que notícia até a gente lia na tela do computador. Mas não pesquisava arquivo de jornal on line. Nem tinha. Que fotografia era coisa impressa e não coisa pra achar no Google imagens.Enfim, que a gente não tinha Skype, podcast, microblog, blog. Não tinha…Quanta coisa  a gente não tinha em 1998. Nem a cura pro câncer a gente tinha.

Neste sábado vai ter festa na Praça Geraldo Walter, em Salvador. A Praça tem este nome por lei desde 1999, mas agora vai ter inauguração oficial, armada pela irmã dele, a Guta, e seu mutirão de amigos queridos. É por isso que o Geraldão tá bombando no Google. Tem post em blog, tem notícia em site, tem nota em coluna, tem arquivo se abrindo, tem a história profissional dele completinha, tem depoimento importante recuperado, declaração,  tem foto, tem carinho, tem reconhecimento. Tem Geraldo bem pertinho. Tem Geraldo fazendo 53 anos. Tem Geraldo Walter na internet! 

* Este post é dedicado ao Raul Bastos, com tanto carinho quanto a medida de um Geraldão.


%d blogueiros gostam disto: